Cobra de escada

...Esta linda estava a mudar de pele em cima de uma pedra de granito quentinha na Covilhã, e eu aproveitei para lhe tirar todas as fotos que me apeteceram sem que ela desatasse a fugir (coitada LOL). É uma cobra-de-escada bebé (sim, porque as adultas chegam a 1,5 m), e se não estivesse entretida com o peeling ou fosse maiorzinha, eu já não me tinha arriscado, porque estas cobras têm um carácter um bocadito agressivo (com um metro e meio de comprimento, podem dar-se a esse luxo). O nome científico é Elaphe scalaris.
Não são venenosas - aliás, as únicas cobras venenosas em Portugal são víboras - e não há razão nenhuma para lhes ter medo se não as estivermos a incomodar, porque são aglifas, o que significa que não têm dentes. Chamam-se cobras-de-escada porque têm no dorso o desenho de uma escada, e isto permite distingui-las de todas as outras cobras no país.
As cobras são um dos controlos naturais sobre a população de ratos que, se não tiver predadores, pode causar danos sérios na agricultura. Infelizmente, é nas zonas de campo (onde elas são mais úteis) que são geralmente vítimas de pessoas supersticiosas ou de condutores idiotas que se divertem a fazer pontaria às que vêm na estrada.

Para identificar uma cobra ou outro réptil que encontrem, podem usar [este site do ICN].

7 comentários:

kaliandra disse...

prefiros estas cobras às "cobras" humanas...

zeca disse...

Passei só para deixar não uma mas MUITAS E MUITAS SEMENTES neste imenso "Campo Florido".
Obrigado pela partilha das receitas, obrigado mesmo. Também sou vegetariana e acho muito interessante e útil este cantinho culinário.

Um dia cheio de Sol para todos

Rita disse...

ups .. para não se confundirem, o comentario do zeca era no http://receitinhas.blogspot.com

Formiguinha disse...

Ó pra mim a copiar este post para o Blog dos Bichos;)

Jinhos***

RM disse...

Oh god! Arrepiei-me todo!! Deus me livre a mim tirar uma foto a um bicho desses!!! Só de pensar, mesmo sabendo que não são venenosas, dá-me uma coisa! Quanto mais estar perto dele!!!

eco_bio_veg disse...

Olha, por falar em cobras e grunhos k gostam de lhes passar por cima, a minha mãe ficou mt bem impressionada com um tipo k conduzia um jipe à frente dela e k parou repentinamente para pegar numa cobra enorme que estava a atravessar a estrada e colocá-la a salvo na berma. A minha mãe odeia cobras, mas mesmo assim reconheceu a nobreza dakele gesto. Espero ser capaz de fazer o mesmo se um dia encontrar uma. Por acaso o Pedro diz k eu passei uma a ferro qd estivemos de férias na Moimenta, mas eu nem a vi, coitada, caso contrário teria experimentado usar a minha compaixão e sangue-frio. Não percebo pq as mulheres detestam tanto cobras. Desde k nao sejam perigosas, gosto de mexer nelas, têm uma pele tão suave. Deixem-se de preconceitos e experimentem fazer festas numa cobra (se ela não fugir imediatamente), vão ver que são adoráveis.

Heliocoptero disse...

Um entrada super hiper recomendável, ainda mais para pessoas como eu que não morrem de amores por cobras :]