Felipão, 'tamos com você


...Depois de um sérvio cretino atravessar meio campo em linha recta directinho à bancada portuguesa aos berros e a ameaçar comê-los vivos sem ser impedido por ninguém, Scolari é criticado por lhe ter dado uma estalada mais pequena do que os putos levam em Trás os Montes quando não páram quietos à mesa. Nem sei se lhe acertou. Ou se a intenção era mesmo dar-lhe ou bloquear o ataque ao Quaresma. Se calhar nem tinha sido má ideia o Quaresma apanhar, vinham logo os primos de França e os tios de Espanha e as primas da Feira de Carcavelos, e o Dragutinovic voltava à Sérvia em caixas tupperware.
A violência psicológica é mais ou menos grave que a violência física?

PS: De qualquer modo, ele que vá praticando a arte da bofetada, que os da nossa Selecção começam a merecer.

2 comentários:

Susana Rodrigues disse...

hehehe, cá no meu íntimo apetece-me dar-te razão. Mas isso seria um antagonismo aos meus princípios. Como seleccionador, ele devia ter-se controlado. Nitidamente não foi para defender ninguém, mas enfim... não me alongo porque estou solidária contigo na "cosdipaçao" e a cabeça parece estar a estalar...

rouxinol de Bernardim disse...

Não concordo. Como pedagogo falhou. como homeme excedeu-se. Há que corrigir esta postura pois é Portugal que está em causa.