Biologia da Desconversação


Plano Português de Conservação de uma reserva natural onde existem espécies únicas no planeta de orquídeas, plantas que já existem desde o tempo dos dinossauros, praias paradisíacas e uma das poucas populações de golfinhos que ainda subsiste no país:

1930
Procedimento: Escava-se um buraco na reserva natural para construir uma cimenteira que emite vários quilos de gases poluentes por dia e uma pedreira para onde a água possa escorrer, alterando de um dia para o outro as condições em quilómetros quadrados de àrea protegida.
Objectivo: de acordo com Darwin, só sobrevivem os indivíduos com mais resistência aos poluentes e as espécies ficam com maior fitness evolutivo. Se entretanto alguma se extinguiu, significa que não tinha adaptabilidade para estar naquela reserva e não faz lá falta.

Janeiro/2008
Procedimento: Aproveitam-se as instalações da cimenteira para fazer a incineração de resíduos tóxicos.
Objectivos: ainda de acordo com Darwin, só vão sobreviver as plantas e animais que tiverem resistência ao novo nível de poluição instituído. Prevê-se o aparecimento na reserva de populações altamente resistentes, que inclusive permitam popular outras reservas de modo a que possam ser instaladas indústrias poluentes lá dentro para aproveitar melhor o território nacional. Flores com cheiro a nitrofuranos e lagartos com 3 olhos são previsíveis e aceitáveis.

4 comentários:

Manuel Rocha disse...

Bem posto !

Mas há nesta questão um aspecto essencial que deve ser sublinhado e que é o seguinte: cada um deve ser responsável por tratar no seu quintal a "merda" que faz questão de continuar a fazer. Continuar a exportá-la para o Senegal é que não !

Estamos de acordo ?

Já sei que me vai dizer que simplesmente devia ser proibida a produção desses residuos e eu tb concordo...:))

Manuel Rocha disse...

Entretanto deixei lá do meu lado uma arenga feita a pensar em si...:))

antonio disse...

Não se pode pisar a vegetação, cortá-la: um crime!

E depois um dia arde tudo, como já aconteceu... o fundamentalismo é assim consome mais do que o nosso desleixo.

Osvaldo Lucas disse...

Rita
Seria possível qualificar e quantificar o NOVO NÍVEL DE POLUIÇÃO INSTITUÍDO?

Já agora, o que vão ser queimados na cimenteira são resíduos tóxicos ou resíduos industriais perigosos? Já agora, porque não (é fácil perceber exactamente o que são RIP talvez posssa elucidar a população em geral (e a mim em particular)?