hora de bater nos ambientalistas

O Target 2010 que muito tem sido falado por aí pode resumir-se a tentar parar o declínio da biodiversidade até 2010 (meta definida na Convenção sobre Biodiversidade). Os estados membros fazem relatórios anuais sobre o estado da bioconservação na "própria casa", porque sem uma aferição frequente do estado da coisa não conseguimos organizar-nos, já que as espécies não conhecem fronteiras. Nós também fazemos, e o nosso relatório é, como Deus manda, elaborado pelo Instituto de Conservação da Natureza e Biodiversidade [link] e submetido à Convenção para a Diversidade Biológica [pode ser visto aqui: link]

O relatório (já vamos no 3º!) é extenso e consiste num formulário que é preenchido pelas entidades representativas dos estados membros. Assim ninguém ganha por ter uma capa de plástico ou um tipo de letra mais bonito.

No relatório português encontramos o seguinte (vou só tirar uns exemplos senão não saímos daqui):

Target 3) Development of models with protocols for plant conservation and sustainable use, based on research and practical experience. Has your country incorporated the above global or national target into relevant plans, programmes and strategies?
a) Yes
b) No
X

(Qual investigação e experiência prática? Tá parvo? Não temos dinheiro para pagar a essa gente!)

Target 5) Protection of 50% of the most important areas for plant diversity assured. Has your country incorporated the above global or national target into relevant plans, programmes and strategies?
a) Yes
b) No
X

(Mas estamos a pensar nisso porque o pessoal gosta de ir à caça...ai disseram plantas? Então esqueçam lá isso...)

Target 8) 60% of threatened plant species in accessible Ex-situ collections, preferably in the country of origin, and 10 % of them included in recovery and restoration programmes. Has your country incorporated the above global or national target into relevant plans, programmes and strategies?
a) Yes
b) No X

(Não queriam mais nada, andarmos de rabo para o ar a apanhar sementes?)

Target 10) Management plans in place for at least 100 major alien species that threaten plants, plant communities and associated habitats and ecosystems.
I) Has your country established national target corresponding to the above global target?
a) Yes
b) No X

(Gostamos muito das invasoras, especialmente o eucalipto que cresce rápido e vende bem.)

Target 12) 30% of plant-based products derived from sources that are
sustainably managed
. Has your country established national target corresponding to the above global target?
a) Yes
b) No X

(O produto baseado em plantas que mais se consome por cá é o bife de alcatra, e as vacas até agora têm sempre dado mais vacas, tudo OK.)

Target 13) The decline of plant resources, and associated indigenous and local knowledge, innovations and practices that support sustainable livelihoods, local food security and health care, halted. Has your country incorporated the above global or national target into relevant plans, programmes and strategies?
a) Yes
b) No X

(Temos importado pessoal de Àfrica, do Brasil e dos países ex-URSS para mantermos o nível de indígena de desenvolvimento, serve?)

Ironicamente, aparecem 4 lindas referências à conservação que tem sido levada a cabo, com muito mérito e pouco dinheiro, pelo Banco Português de Germoplasma Vegetal, que persiste graças ao interesse (não remunerado) das pessoas que o mantêm, apesar de ainda ninguém lhes ter dado autonomia para terem um site com uma base de dados aberta ao público.

Força Portugal!

2 comentários:

KALI, desesperadamente humana. disse...

Tente assistir o Life After People e me diz se nao da vontade de fazer o ser humano sumir da terra.

Rias Melo disse...

agen casino
live casino online
pokerclub88
pokerace99
afapoker