Adibinhem lá



...de onde vos estou a escrever agora :)
É a cidade onde vou passar os meus próximos tempos, num trabalho relacionado com agricultura biológica (não era óbvio). Não conhecia quase nada daqui, mas depois de uns dias, estou a ADORAR. E como em todas as minhas mudanças de casa, já aprendi algumas regras básicas de convivência social:
- Ir a um café/restaurante à hora de almoço e sair sem ter comido nada com carne faz com que o empregado venha atrás de nós perguntar se "ficámos bem, mas de certeza?É que não comeu nada, menina".
- Para qualquer pessoa com mais de 50 anos, outra com menos de 30 é "filho" ou "filha". Isso leva-me a pensar que estamos a viver numa tribo comunitária onde todos tratamos de todos.
- É normal o condutor de um autocarro público pôr a cabeça de fora e gritar "filho da p#ta!" a quem o atrapalha, sendo inclusive aplaudido por todos os passageiros.
- Andar de taxi em Lisboa até se pode tornar uma experiência calma e divertida depois de andarmos na montanha russa que é um taxi no Porto. Além disso os taxistas de Lisboa podem ser antipáticos e falar de futebol, mas não usam linguagem para maiores de 18 anos.

Pronto, já sabem. Vou continuar a deixar aqui as minhas experiências diárias, principalmente as que tenham algum relevo em termos ambientais, até porque tenho uma casa inteirinha para mim e vou aproveitar para a transformar numa eco-casa.
Para todos, um beijinho à moda do Porto:)

5 comentários:

Siona disse...

Isso é Portofobia... Lololol!

Já agora, aproveito para aconselhar um restaurante turco, não exclusivamente vegetariano, mas com pratos vegans e ovo-lácteo, na praça Filipa de Lencastre, o "Divan". Nunca me perguntaram coisas dessas, mas provavelmente também porque o português deles não é bom que chegue :p

Ana disse...

\o/ viva :) o melhor de tudo é a sensação de se ser sempre turista ;) vou adorar conhecer o Porto pelo teu olhar. beijos de Sol

Irina disse...

been there, done that. ok, nem por isso. a minha experiencia do porto limitou-se a alguns fins-de-semana em q praticamente nem fui à rua ;) por isso vai contando como é a vida aí q eu não sei quase nada sobre os tripeiros. nem me disseste nada, de q já tavas aí, sua...filha! lol
mas eu tb tenho ido pa todo o lado e nao te tenho dito nada, por isso nao me posso keixar :)
os estranjas todos k foram a portugal dizem-me smp q o q gostaram mais foi ou sintra ou o porto, lisboa não parece cativar mt as pessoas.

Formiguinha disse...

Bom regresso à pátria!

Jinhos***

Anónimo disse...

Cheguei hoje aqui pela primeira vez e vejo que também chegou ao Porto (de onde escrevo e de onde sou natural) há relativamente pouco tempo... gostei bastante do blog e desejo que goste também (ou que continue a gostar) desta cidade e que a sinta já como um bocadinho sua. nuno