Instalada :)

...Depois de uma viagem que nunca mais tinha fim e que envolveu carros, aviões, comboios e um táxi inglês muito típico e com o volante à direita, cheguei àquilo que vai ser a minha casa nos próximos meses. Não é no interior da cidade, fica a 7 km, nos subúrbios, numa zona chamada Blackley.
Os subúrbios de Manchester são densamente populados - aliás, a cidade em si até é pequena, mas a área habitacional à volta vai até 20 km de distância e está completamente preenchida com casinhas de tijolo vermelho e janelas brancas, campos de jogos e parques.

Ficam aqui umas fotos do meu bairro. Sim, esta é a tal zona densamente populada LOL. Há casas que não se vêm porque as árvores são mais altas, mas acreditem que elas estão lá.


3 comentários:

eco_bio_veg disse...

OK, eu tou a adorar Bruxelas, mas tenho k reconhecer k tb nao tás mal instalada :) Kero ver mais fotos!!!!!!!!!

zeca disse...

Parece lindo esse local!

Desejo-te do fundo do coração tudo de bom para ti.
Estejas aonde estiveres o coração daqueles que tu mais amas estarão sempre contigo, SEMPRE!

Fica bem, fica em Paz
abracinho

PAPA AMORAS disse...

Não nos conhecemos, é uma verdade!
Parece, entretanto, que a tal divisão civilizacional apregoada por Fukoyama, e que parecia relevar apenas a essencia estratégica dos pensamentos realistas na escala da luta entre humanos de catálogos diferentes, era, afinal, apenas um prenúncio da verdadeira fronteira que os separa e que tem por objecto as diferentes visões acerca do que são e do que os cerca, não numa aldeia, numa cidade, numa autarquia ou mesmo num país, mas sim... nos multiversos em que habitam e tão pouco reconhecem!

Estamos no mesmo barco. Ao seu dispôr, sinceramente envaidecido (o que me constrange) pelo comentário depositado no ninho que habito!

Tudo de bom para si, Rita, na terra em que as árvores são maiores que as casas... ou, se calhar, as casas são menores que as árvores! ;)